Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2005

# Sede Social e Centro de Apoio Domiciliário

Caríssimos: Associados e Amigos

A Direcção do Grupo de Solidariedade Social, Desportivo, Cultural e Recreativo de Miro, passados dois anos, da sua eleição, para um mandato de três, sente-se do dever cumprido, daquilo que se propôs realizar, com maior ou menor dificuldade.

As nossas lutas, nestes dois anos, foram:

* Adquirir uma nova viatura, destinada ao Apoio Domiciliário.

* Um espaço, onde pudéssemos desenvolver a prática desportiva, junto à Escola Básica do Primeiro Ciclo.

* Termos em funcionamento, uma secção de Futsal, com todas as classes de formação, e duas de competição.

* Levar-mos um atleta por escalão a passear (aqueles que menos faltam aos jogos e aos treinos).

* Realizar-mos uma Festa de Natal, digna, o que prova, com aquela que acabamos de levar a efeito no passado dia 19 de Dezembro.

* Realizarmos Campos de Férias abertos aos nossos jovens, e a jovens oriundos dos mais diversos pontos do País e Ilhas.

* A Autonomização das Secções de Caça e Pesca; Actividades de Lazer e Desportos Radicais e Rancho Típico de Miro "Os Barqueiros do Mondego".

Algumas das actividades, que vos aqui apresentamos, é só uma parte daquilo que fazemos, sem nunca vos pedirmos nada.

Estamos a lutar, para conseguir-mos dentro de dias, ter uma Sede Social, e um Centro de Apoio Domiciliário. São duas obras de que mais sentimos necessidade. Se, sem uma Sede Social é difícil trabalhar. Sem um Centro de Apoio Domiciliário, com as condições necessárias de funcionamento, onde possamos confeccionar as refeições e o tratar das roupas dos nossos utentes, muito mais difícil se torna.

Como é do vosso conhecimento, o espaço que ocupamos em casa de um utente, não tem as condições mínimas de funcionamento, tornando-se um grande entrave ao nosso desenvolvimento, com agravante de poder a vir ser encerrado, por ordem do Sr. Delegado de Saúde, conforme já nos foi manifestado por este.

Inaugurámos no passado dia 19 de Dezembro a primeira fase das obras, esperamos poder inaugurar a segunda fase, já nos primeiros meses de 2005. Para podermos concretizar este sonho, vamos ter que, pela primeira vez hipotecar o Grupo junto de uma Instituição Bancária, São necessários quase 80 000 Euros, para a reconstrução da casa e equipar o seu interior. Ficando a pagar uma quantia mensal, não sabemos por quantos tempo (anos).

Assim, vimos pela primeira vez, junto dos nossos caríssimos associados e amigos. Está na hora de nos ajudarem. Só com o vosso apoio vai ser possível, tornar o sonho realidade. E para que o empréstimo que tenhamos que vir a fazer, ser de menor monta.

Ficamos a aguardar as vossas ofertas, em cheque ou dinheiro, dirigido ao GSSDCRMiro, com a promessa de publicar-mos mensalmente na Internet e no Jornal Nova Esperança.

A Direcção
publicado por mnogueira às 17:52
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


.posts recentes

. I Final-Four “Evoluir o F...

. Rainha Santa Isabel desce...

. VAMOS TODOS A VILA VERDE

. Bispo de Coimbra Visita S...

. PREVENÇÃO DA GRIPE DAS AV...

. Artigo do Jornal Futsal

. ELEIÇÕES PARA OS ORGÃOS S...

. FESTA DE NATAL

. Programa Eleitoral e cand...

. # Festa de Natal

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds